Pular para o conteúdo principal

Diretor: José Padilha

Hoje é dia de falar de diretores, e o escolhido foi o José Padilha, primeiro (e não o último) diretor brasileiro que vamos apresentá-los!
Seu primeiro grande trabalho foi o premiado documentário "Ônibus 174", o filme retrata o episódio de sequestro que ocorreu no ano 2000 e, devido a uma ação mal executada, terminou com a morte tanto da refém quanto do sequestrador. O documentário tenta mostrar um lado humano do sequestrador e como a exclusão social pode ter contribuído para torná-lo criminoso.
Chegou a fazer um segundo documentário, em 2003, para a National Geographic, chamado: "Brazil's Vanishing Cowboys", que retrata o dia a dia dos vaqueiros do Pantanal.
Então em 2007, dirigiu seu grande trabalho, "Tropa de Elite", o filme foi um sucesso antes mesmo de sua estreia, cópias pirateadas do filme foram tão divulgas que chegaram até as mãos de um famoso Ministro da Cultura. Protagonizado pelo Wagner Moura, no papel de Capitão Nascimento e com a participação de grandes atores como André Ramiro, Caio Junqueira, Milhem Cortaz e Fernanda Machado, a história mostra dois policiais militares que decidem se juntar ao BOPE, o batalhão de elite da polícia. Além de retratar o treino dos "aspiras", é interessante acompanhar as histórias paralelas, como o caso do tráfico de drogas entre os "playboys" e como funciona a corrupção da polícia.
Em 2010, dirigiu outro documentário, chamado "Garapa", que fala sobre a fome, acompanhando a vida de três famílias que vivem em situação de miséria no Brasil.
O sucesso de Tropa de Elite rendeu uma continuação em 2010, "Tropa de Elite 2: O inimigo agora é outro". O filme, em minha opinião, é tão bom quanto o primeiro e tem um foco um pouco diferente, mostra um Capitão Nascimento mais velho e trata mais sobre problemas de politicagem. 
Em 2014, ele dirigiu aquele que considero seu trabalho mais fraco: "Robocop". O filme é um remake do Robocop de 1987. Particularmente, não acho um filme ruim, eu simplesmente não gostei de algumas adaptações feitas, sou fã do original, principalmente da cena final, mas deixo essa história para um outro post.
O sucesso de Tropa de Elite também trouxe consequências ruins, foram muitas ameaças de morte e processos. Na Justiça ele venceu todos, mas acabou recebendo e aceitando um convite para trabalhar nos EUA. Esta história sobre o atentando, sua saída do Brasil, seu primeiro filme em Hollywood e também sobre a cópias pirata de Tropa de Elite, você pode acompanhar na ótima entrevista abaixo.
Atualmente, José Padilha repetiu sua parceria de sucesso com Wagner Moura, produzindo e dirigindo a série "Narcos" (2015-). Com duas temporadas lançadas, a série retrata a vida do famoso traficante colombiano Pablo Escobar. O sucesso da série já garantiu mais duas temporadas ainda sem data de estreia.
Esperamos que o sucesso de José Padilha cresça bastante, ele já mostrou ser extremamente competente e quem sabe poderá nos trazer finalmente o tão sonhado Oscar que nunca vencemos.
Como recomendação, vou quebrar um pouco as "regras" e não indicar apenas filmes, assistam o documentário "Ônibus 174", "Tropa de Elite" e a série "Narcos".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Wayne de Gotham | Recomendação de Livro

Tropa Dercy - 56 - Motoqueiro Fantasma: Estrada para Danação

Glass (Vidro) | Trailer, Poster, Imagens

Tropa Dercy - 51 - Super Campeões

10 Filmes com a temática de Amizade / Amigos (Dia do Amigo) | Lista

Tropa Dercy - 52 - O Criador do Homem-Aranha: Steve Ditko