Pular para o conteúdo principal

Diretor: J.J. Abrams

 J. J. Abram além de diretor, é produtor e roteirista. Bastante famoso por seus filmes, também é muito querido pelos fãs por seu trabalho em séries.

Seu trabalho inicial foi como produtor da série dramática "Felicity", onde também dirigiu dois episódios. Felicity é uma uma série que retrata a vida de uma jovem adulta em seus primeiros anos de independência da família. A série rendeu 4 temporadas e diversos prêmios, incluindo Globo de Ouro.
Mais tarde, se tornou cocriador, produziu e dirigiu alguns episódios da série "Lost" (2004-2010). A série foi um fenômeno na época, arrisco dizer que equivale ao sucesso que Game of Thrones possui hoje em dia. Durante as suas 6 temporadas, a série narrava a vida de um grupo de sobreviventes de um acidente aéreo. Apesar da "polêmica" em relação ao seu final, rendeu diversos prêmios como Emmy e Globo de Ouro.
Sua última série de sucesso foi "Alias", em que novamente produziu e dirigiu alguns episódios. Bem menos badalada que seus trabalhos anteriores, rendeu 5 temporadas que retratavam uma agente da CIA, estrelada por Jennifer Garner, recrutada para combater a SD-6.
Dirigiu em 2006, o terceiro filme do "Missão Impossível", particularmente, nunca fui fã das continuações desta franquia, apenas o primeiro me agradou. Ainda assim, foi melhor que M:I-2.
Após alguns trabalhos de direção sem tanto reconhecimento, em 2009, dirigiu "Star Trek", um reboot da famosa série, mas agora com novo elenco. O filme foi um grande sucesso em todos os sentidos, crítica, público e prêmiações.
Continuando seu sucesso, em 2011, lançou "Super 8" que também rendeu um grande aprovação de público e crítica. A história narra a jornada de um grupo de amigos que se tornam testemunhas de um acidente entre um trem e uma caminhonete.
O sucesso de Star Trek rendeu uma continuação em 2013, dirigiu "Além da escuridão - Star Trek", ainda não assisti este filme, mas a julgar pela sua nota no IMDB (8,0/10,0) o filme, provavelmente, é bom.
Finalmente, seu mais recente trabalho foi uma tarefa difícil, dirigir uma sequência do clássico Star Wars, que aconteceu em 2015 com o título: "Star Wars: O despertar da força". Polêmico muito antes de seu lançamento por trazer como protagonista uma mulher. Este filme eu gostei, apesar de não achar tão bom quanto a maioria, porém, deixo essa questão para outro momento.
Abrams ainda não possui Oscar na carreira, mas, como dito anteriormente, acumula grandes prêmios por seu trabalho em Lost, que lhe garantiu dois Emmys e também ganhou prêmios recentes por seu trabalho em Star Wars: O Despertar da força.

Sua carreira como diretor ainda é um pouco curta, sendo assim, para indicação de hoje, além da série "Lost", indico três filmes: "Star Trek" (2009), "Super 8" (2011) e "Star Wars: O despertar da Força" (2015).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropa Dercy - 56 - Motoqueiro Fantasma: Estrada para Danação

Tropa Dercy - 51 - Super Campeões

Walt Disney - O triunfo da imaginação americana | Recomendação de Livro

Guia de leitura para John Constantine: Hellblazer | Cronologia

Glass (Vidro) | Trailer, Poster, Imagens

Wayne de Gotham | Recomendação de Livro