Header Ads

80 ANOS DE LANTERNA VERDE: AS PRINCIPAIS HISTÓRIAS DE HAL JORDAN – PARTE 2

Novos títulos e Participações especiais.

Começaremos com a maxissérie Liga da Justiça: Ano Um. Na verdade, esse arco se passa antes da transformação de Jordan em Espectro. Uma ótima história, escrita por Mark Waid (a enciclopédia viva de história em quadrinhos) e a arte de Barry Kitson. É a releitura da origem da Liga da Justiça da América pós-crise, sem a trindade Superman, Batman e Mulher-Maravilha. Aqui saiu na revista Melhores do Mundo 21 a 25 e na coleção Eaglemoss. Esse arco finaliza os anos 90.

Liga da Justiça: Ano Um - Edição Editora Abril e Eaglemoss

Os anos 2000 começam bem movimentados para Hal Jordan com alguns títulos estrelados pelo personagem. Após a “ressurreição” como Espectro, o personagem ganha um arco na revista Legends of The DC Universe 33 a 36, com roteiro do sempre competente J.M. DeMatteis e arte de Michael Zulli e Vince Locke. Essa história chamada O Devorador de Mundo foi publicado aqui na revista Dark Heroes 1 a 4, da Brainstore Editora. Essa revista também apresenta uma participação de Jordan no arco do Deadman/Desafiador na edição no. 5.

Primeira arco do Espectro Jordan e sua edição Nacional

Após esse arco especial, em 2001 o Espectro Jordan ganha um título solo. The Spectre ainda conta com o roteiro de J.M. DeMatteis e a arte vários artistas, entre eles de Ryan Sook, Norm Breyfogle. Apesar de não ser um título ruim, durou 27 edições.  Em 2002 a DC lança Green Lantern Legacy: #1 - The Last Will and Testament of Hal Jordan, um especial com roteiro de Judy Winnick e arte de vários desenhistas. A hq reconta a história de Jordan através dos olhos de seu mecânico e amigo, Tom Kalmaku. Apesar de interessantes, os dois últimos nunca foram lançados no Brasil. 

Título solo The Spectre e o especial Legacy  
 

Também saiu por aqui um especial da Liga da Justiça e Espectro chamado Guerra Divina pela Mythos. Fora isso, Hal Jordan Espectro teve pouca participação nas revistas mensais. Uma participação na história Supergirl - Os Últimos Dias e em histórias da Liga da Justiça e do Lanterna Verde Kyle Rayner.

Liga Vs Espectro e sua participação em Supergirl - Os Últimos Dias

No mesmo ano que a DC lança um título estrelado pelo novo Espectro ela decide que é a hora de trazer um personagem que tem muita importância para o Lanterna Verde: seu amigo, o Arqueiro Verde Oliver Queen. E como trazer um personagem morto há quase 10 anos. Com a boa e velha desculpa esfarrapada e um ótimo roteirista: Kevin Smith.

Lembram da saga Noite Final do último post? Pois bem. na edição 4 existe um momento antes de se sacrificar que Parallax se despede e deixa flores no túmulo de Oliver Queen. Aproveitando essa deixa, Kevin Smith usa como gancho para trazer o Arqueiro de volta. Não falarei mais que isso para não termos spoilers. Além da aparição de Parallax, o Espectro Hal Jordan também aparece em certo momento. Caso queira conferir esse arco completo saiu pela Panini na minissérie Arqueiro Verde - Espírito da Fecha (1 a 8) e recentemente pela Eaglemoss com o mesmo título. Vale a pena conferir.
A esquerda Parallax em uma cena de A Noite Final. No centro e a direita capa do retorno do Arquiro Verde
 
Chegamos em 2004 e esse ano é muito importante pra DC. Quatro revistas trazem momentos importantes para Hal Jordan: DC – A Nova Fronteira, na revista da JSA traz a última história de Hal Jordan como o Espectro, Crise de Identidade e o fim da revista do Lanterna Verde Kyle Rayner. 
 
DC – A Nova Fronteira, de Darwyn Cooke é um deleite. A viagem no tempo proporcionada por Cooke é totalmente influenciada por histórias como Reino do Amanhã, Watchmen e Sociedade da Justiça – A Era de Ouro. Ela apresenta um mundo no qual a história do Universo DC faz uma ponte entre os heróis da Era de Ouro e da Era de Prata, contando isso entre os anos de 1945 e 1960. Aqui essa hq saiu em dois encadernados de capa cartão pela Panini, em capa dura pela Eaglemoss e recentemente em edição deluxe da Panini. Podemos dizer que é a primeira vez que Hal Jordan reaparece como herói em tantos anos. 
 
Edições nacionais DC - A Nova Fronteira

A próxima história é o arco Redenção Perdida publicado originalmente em JSA 60 a 62 e aqui lançado na primeira série da Liga da Justiça 33 a 35. O Espírito Rei, um inimigo antigo da SJA retorna pois o Espectro Jordan está muito mais para ser o "Espírito da Redenção" do que o "Espírito da Vingança"


Edição da revista Liga da Justiça com o arco Redenção Perdida.

Outra hq que conta com uma participação do Espectro Jordan é Crise de Identidade. Essa minissérie desencadeia eventos que futuramente vão culminar na Crise Infinita, em 2006, um dos maiores eventos da DC na primeira década do século XXI. Foi publicado em uma minissérie em 8 parte e futuramente encadernado. É uma participação tão pequena em meio ao caos instalado dentro da história que ele passaria desapercebido. Nesse curto diálogo entre Espectro Jordan e um cansado Oliver Queen, ao ser questionado pelo Arqueiro quando voltaria, Jordan responde que estava trabalhando nisso.

Edição nacional de Crise de Identidade.

Fechando o ciclo, o título do Lanterna Verde Kyle Rayner estava para ser cancelado e para o arco final a DC chama o roteirista Ron Marz, o criador do personagem e a arte fica a cargo do brasileiro de Luke Ross. E por ser o fim de uma era colocaram o personagem para enfrentar o seu primeiro vilão e assassino de sua namorada: o Major Força. A série termina com Rayner derrotando-o e indo em direção do espaço como se partisse em busca de algo. Apesar de ser publicado por um longo período regularmente por aqui, essa fase final nunca saiu. O caminho para o Renascimento estava pronto.


Arco final da revista Green Lantern com Kyle Rayner

Lanterna Verde - O Renascimento.

Geoff Johns. Lembram que eu falei para guardar esse nome? Tendo uma passagem quase desapercebida na Marvel nos Vingadores antes da reformulação do Bendis, Johns começa a ser reconhecido ao resgatar a Sociedade da Justiça e em seguida assumir os roteiros do Flash Wally West. Os boatos do retorno do Hal Jordan começam a ganhar força no inicio de abril de 2004 com uma matéria na revista especializada em quadrinhos Wizard 150.  

Geoff Johns e Wizard #150

Com os rumores crescendo e ganhando força, em uma entrevista para o site CBR (https://www.cbr.com/geoff-johns-on-the-return-of-hal-jordan/) no final de abril de 2004, Johns assume que sim, a futura minissérie Lanterna Verde Renascimento (Green Lantern Rebirth no original), lançada no segundo semestre de 2004, traria Hal Jordan de volta. Lembrando que em 2004 a internet não era tão imediata quanto nos dias de hoje, por isso não ouve vazamentos.

Lanterna Verde Renascimento é uma minissérie publicada originalmente em 6 edições. Aqui saiu em uma minissérie em 3 edições, um encadernado em capa cartão e recentemente na versão deluxe. É o retorno definitivo de Hal Jordan, depois de quase quatro anos como Espectro. Sem spoilers da história, descobrimos que Jordan não se tornou ruim, mas que estava sobre influência de um poder maior, e que somente conseguiu controlar o personagem a partir da destruição de Coast City.

Edições nacionais de Lanterna Verde: Renascimento

Com roteiro de Johns e a arte espetacular de Ethan van Sciver, Renascimento é o começo ideal para quem quer ler o personagem. Johns pega a mitologia do personagem (a partir de uma certa história do Alan Moore que falaremos mais para frente) e eleva ao máximo. Tudo no personagem é reconstruído. Dos vilões aos aliados. Com o passar do tempo vamos percebendo que Renascimento e apenas a primeira parte de uma trilogia que estava sendo planejada para o personagem.

Na terceira parte, a nova revista mensal, antigos vilões e começam os grande eventos. 

Nenhum comentário:

Comentários

Tecnologia do Blogger.