Header Ads

A QUEDA DO MORCEGO – PANINI VS EAGLEMOSS.


Diferenças nas futuras edições da Queda do Morcego. 
(24/09/2020 - Atualizado com as capas da Eaglemoss).





Em 2008, a Panini tentou lançar este arco e, por escolhas erradas, acabou dando errado. Em 2020, a própria Panini e a Eaglemoss estão trazendo, finalmente, duas edições diferentes de Batman - A Queda do Morcego no formato americano ao Brasil. Lembrando que essa mesma saga foi publicada pela Editora Abril nas revistas Liga da Justiça/Batman, Batman e em dois especiais na revista Super Powers 32 e 36, entre os anos de 1994 e 1996.

Mas voltando as novas edições, vem a pergunta mais importante que o colecionador faz: Qual edição comprar?????

É por isso que aqui no Blog da Tropa dissecaremos cada edição do modo mais detalhado possível. E como faremos isso? A partir dos dados das coleções originais no qual cada edição brasileira será baseada. A intenção não é influenciar o leitor, e sim, deixá-lo informado sobre quais histórias cada edição possui. Faremos uma breve explicação sobre cada uma delas.

A edição da Panini será baseada na coleção de três volumes lançada nos EUA pela DC Comics, com o nome de Batman Knightfall do ano de 2012. Cada volume dessa edição possui entre 640 e 650 páginas, totalizando aproximadamente 1950 páginas de quadrinhos.

A edição da Eaglemoss será com base na coleção francesa La Légende de Batman composta por 12 volumes no total. Dividido até o momento em três partes, que relacionaremos conforme for sendo lançado. A primeira parte, A QUEDA DO MORCEGO, corresponde aos volumes 20 a 23 que abrange o prólogo até a derrota de Bane pelo Batman Azrael, sendo que eles possuem a quantidade de páginas variada para cada edição. Já a segunda parte, A CRUZADA DO MORCEGO, compreende os volumes 28 a 30. A terceira parte é o O CREPÚSCULO DO MORCEGO nos volumes 35 e 36. Conforme os demais volumes saírem atualizaremos aqui. Por ser uma coleção mais extensa ela tem o seguinte formato: uma edição para o prólogo, oito edições para a série principal e três edições com a finalização (Filho Pródigo e Troika), totalizando 2028 páginas.

Tendo isso em mente vamos visualizar as diferenças entre cada uma delas.

AS EDIÇÕES

O PRÓLOGO
Edições originais em cada volume.

Não existe esse prólogo na edição da Panini. A maior diferença é a presença da minissérie A Espada de Azrael, publicada DUAS vezes aqui no Brasil pela editora Abril, em 1993 e 1996. Essa revista é de suma importância para entender quem é Jean Paul Valley, o Azrael, e futuro substituto do Batman. Já a revista Vengeance of Bane será publicada no volume 1 da Panini.



Capa da Edição da Editora Abril de A Espada de Azrael


Capa Edição da EAGLEMOSS

  SÉRIE PRINCIPAL
PARTE 1
Edições originais em cada volume.

PANINI - Volume 1 | EAGLEMOSS - Volumes 2/3/4 

Capa da Edição PANINI 
 
Capas da Edição EAGLEMOSS

O volume 1 da edição da futura edição da Panini é equivalente a 3 volumes da Eaglemoss.  Na Edição da Panini temos a mais o arco Deus do Medo correspondendo as revistas Batman: Shadow of the Bat #16-18. Esse arco mostra o encontro do Espantalho com o Batman Azrael.

PARTE 2

Edições originais em cada volume.
 
PANINI - Volume 2 | EAGLEMOSS - Volumes 5/6

Capa da Edição PANINI

Capas da Edição EAGLEMOSS
                                                          
Já o volume 2 da edição da Panini é equivalente a só dois volumes da Eaglemoss. E qual o motivo dessa diferença? As histórias lançadas nas revistas Detective Comics 668 a 670 e os arcos A Lei de Talião nas revistas Batman: Shadow of the Bat #19/20 e Coringa – A morte de Batman, o Filme nas revistas Detective Comics 671 a 673, foram pulados na edição da Eaglemoss. Não que sejam histórias ruins, mas que não acrescentam muito a trama principal, servindo apenas para desenvolver o Batman Azrael. Nessa edição também temos a melhor história do Batman Azrael: a morte do Matadouro.

BRUCE WAYNE - A BUSCA
Edições originais em cada volume.

O volume 7 da Eaglemoss publica o arco Bruce Wayne a Busca, que será totalmente omitido na edição da Panini. Muitos fãs torcem o nariz, principalmente pelo jeito "milagroso" do Bruce Wayne voltar a andar, mas essa parte meio mística sempre fez parte da história do personagem durante toda a sua existência (ou vocês esqueceram de Ra's Al Ghul e os vários encontros do morcego com o Deadman ou Etrigan). 

Capas da Edição EAGLEMOSS

PARTE 3

Conforme informação retirada do site da Planeta DeAgostine/Eaglemoss o penúltimo arco terá o nome de O CREPÚSCULO DO MORCEGO.

O terceiro e último volume da Panini é equivalente aos volumes 8 a 11 da Eaglemoss. É também o volume com a menor diferença entre as edições. Chama a atenção a presença da hq Showcase'94 #10 na edição da Eaglemoss que conta o que acontece com Jean Paul Valley após ser derrotado pelo Batman. É uma história menor mas que futuro trará Azrael de volta. Já a edição da Panini traz a edição Catwoman #13 com o final da história da Mulher-Gato que não acrescenta nada a trama principal.

Edições originais em cada volume.

Esse volume é dividido em duas partes: O Retorno de Bruce Wayne e Filho Pródigo. A primeira parte apresenta o retorno de Bruce Wayne para recuperar o manto do morcego de Jean Paul Valley. Infelizmente por estar fora de forma mas depois de muito tempo ele precisa recorrer a ajuda da mais letal das assassinas do Universo DC: Lady Shiva.

                                     PANINI - Volume 3 | EAGLEMOSS - Volumes 8/9/10/11
Capa da PANINI (A SER CONFIRMADA)


Capas da Edição EAGLEMOSS (Parte 1 e Parte 2).

Já o arco final, Filho Pródigo, apresenta pela primeira vez Dick Grayson, ex-Robin e atual Asa Noturna assumindo o manto do Batman oficialmente.
Uma curiosidade é que as histórias apresentadas em Batman #511, Shadow of the Bat #31, Detective Comics #678 e Robin 10 não aparecem em nenhuma edição pois na época fizeram parte da minissérie Zero Hora, com pouca relevância ao arco principal. 

Edições originais em cada volume.
Capa da Edição EAGLEMOSS  (A SEREM CONFIRMADAS)

Por fim, o epílogo nos traz o arco Troika, com o retorno definitivo de Bruce Wayne como Batman, com direito a um uniforme totalmente novo. Esse arco não estará presente na edição da Panini. Compreende as revistas Robin 13, Batman 515, Shadow of the Bat 35, Detective Comics 682 e Robin 14.

Edições originais em cada volume.

                                   

Capa da Edição EAGLEMOSS  (A SER CONFIRMADA)

ANÁLISE FINAL 
Após toda a observação e análise chegamos a seguinte conclusão a de que a Edição da Panini não terá três arcos completos: 
  1. O prólogo composto principalmente pela Espada de Azrael;
  2. Parte do meio com Bruce Wayne a Busca; e
  3. O epílogo com Troika.
Esse guia serve somente para orientar o leitor o que contém em cada edição, não importando qual você escolha. Como sabemos a essa altura o segundo volume já foi lançado. Com a divulgação das capas da Eaglemoss provavelmente o volume 3 da Panini deverá ser anunciado em breve. Ao contrário da primeira versão da Queda do Morcego, finalmente teremos uma edição, mesmo que seja parcial da Queda.

Dois fatores são importantes em uma coleção desse porte: preço e prazo de lançamento. Muitos colecionadores provavelmente só comprarão a edição da Panini quanto tiver com desconto, devido ao alto preço (desconto confirmado com lançamento do volume 2). Já a edição da Eaglemoss dificilmente terá desconto, e o prazo também é uma incógnita, afinal que essas coleções vivem entrando em hiato. Por ser um arco muito aguardado acho difícil de acontecer, mas sempre exista a possibilidade.

Uma última dica é que se você for aquele colecionador que não se importa com formato, querendo somente ler a história, pode optar pela da edição Panini, com capa cartonada e comprar a parte o Prólogo, o Volume 7 e o Volume 12 da Eaglemoss, tendo a maior quantidade de histórias. Caso você esteja colecionando a edição da Eaglemoss, fica mais complicado de fazer esse mix de edições, pois terá várias histórias repetidas. 
Esperamos ter ajudado nas dúvidas. 
 
Boa leitura a todos.
               







Nenhum comentário:

Comentários

Tecnologia do Blogger.