Pular para o conteúdo principal

Tsumitsuki - Espírito de culpa | Resenha

:: Sobre a edição
Título: Tsumitsuki - Espírito de culpa
Autor: Hiro Kiyohara
Editora: JBC
Nº de volumes: 1 (one-shot)
Nº de páginas: 200 (tanko)
 :: Sobre os spoilers
Pequenos spoilers são apresentados, mas não serão um empecilho na leitura.

:: Resumo
Tsumitsukis são youkais chamados de deuses ou espíritos de culpa, este é o tema central do mangá que foi dividido em cinco capítulos, sendo quatro dedicados às personagens, que possuem o espírito de culpa e o último ao protagonista. Cada uma das personagens possuem algum sentimento de culpa em relação à uma decisão tomada no passado e quando dominadas pelo tsumitsuki, o sentimento de culpa serve de alimento para o youkai. Em algum momento, o tsumitsuki cresce de tal forma que precisa ser morto, caso contrário, será impossível caçá-lo.

:: Sobre a obra
Sempre fui muito fã de Yu Yu Hakusho, não apenas pelas lutas, mas também pela história do mundo espiritual e youkais, que são monstros e demônios do mundo espiritual que fazem parte do folclore japonês. Baseado neste interesse pessoal me deparei, há uns 2 anos, com o título Tsumitsuki, um mangá pequeno, apresentando uma temática de mistério, terror e com youkais, foi o suficiente para eu acabar me interessando, comprando e, finalmente, lendo.

Com o resumo e temática apresentados acima, acredito que a história pode parecer bem interessante, mas a grande verdade, infelizmente, é que a história é bem fraca, o que acabou me causando uma grande frustração. As tramas são bastante superficiais, não há uma grande explicação quanto ao mundo espiritual, apenas uma citação sobre "os superiores". O autor apenas apresenta o significado do termo Tsumitsuki e mais nada, todos os capítulos passam pelo esquema: menina com culpa, dor intensa e talvez uma colega de classe tentando ajudar, por fim o youkai sendo caçado. Não há explicações sobre as origens dos tsumitsukis, como o espírito começou a atacar ou o que aconteceria se ele não fosse combatido, também não fica claro (apesar das insinuações) o que acontece com as pessoas ao redor, será que elas simplesmente esquecem que uma menina sumiu ou um corpo foi encontrado? Outro detalhe, as vítimas são todas femininas, mas Kuroe tem corpo masculino, coincidência ou proposital? Se proposital, por quê? São muitas perguntas e poucas respostas, talvez uma pessoa com conhecimento em folclore japonês saiba as respostas, mas uma vez que o mangá chegou em português, é necessário pensar que nem todos tenham conhecimentos tão específicos.

Se existe algo de positivo que eu possa falar a respeito do mangá é o traço, lembra um pouco o de Sakura Card Captors, a capa também é bem bonita mas engana um pouco, faz você pensar que a história será de violência, o que não é verdade.

Bom, acredito que apesar do texto ser breve, afinal é um mangá one-shot, ficou bastante claro o quanto me decepcionei com o mangá, talvez a história se tornaria mais interessante se o autor focasse em apenas uma personagem, contando sua história do começo ao fim, mostrando o tsumitsuki chegando no corpo, se desenvolvendo, como a personagem se contagiou e no final, seria legal uma história do Kuroe mais bem contada, contando a razão de ser um youkai diferente. Portanto, não recomendo ler este mangá, acho que talvez os mais jovens e iniciante nos mangás, possam gostar, mas o público em geral não vai curtir. Se a temática interessou, sabe o Yu Yu Hakusho que falei no início? Leia! São 19 volumes, também publicados pela JBC, que abordam a temática lutas e youkais de forma bem mais interessante. E também assista a versão do anime, dublada de preferência, um dos melhores animes dublados que já assisti!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Guia de leitura para John Constantine: Hellblazer | Cronologia

10 filmes com personagens protagonistas LGBT

Tropa Dercy - 62 - Irmãos à Obra

Wayne de Gotham | Recomendação de Livro

Churchill e três americanos em Londres | Recomendação de Livro

Capitã Marvel | Trailer, poster e imagens